[Parceria] Meus Textos: Estou Esperando

by - 15.2.16


Não sei o que te dizer, sei que sinto algo por você, sei que toda vez que rimos o meu coração se enche de um jeito e de algo que desconheço. Você é o meu melhor amigo, sei que tem sentimentos por mim, só não sei qual a intensidade desse sentimento.
Quer dizer, as vezes você diz coisas que faz com que eu me sinta especial, seu rosto se enrubesce e meu coração até chega a aparecer que eu corri uma maratona. Mas logo você muda de assunto. Sei que o que sentimos, o que eu sinto, não deveria ser sentido. Mas eu não consigo esquecer, porque você só me da motivos para lembrar. Então, quando penso que estou livre... Lá vem você de novo! Então o que me resta é perguntar a mim mesma em silêncio, será que eu sou correspondida?
Se esse é o caso, amamos um ao outro em segredo, sem nunca poder se declarar, sem nunca poder amar. Amando apenas em nossos pensamentos. Afinal, por que levaríamos isso a diante? Esta mais do que claro que não temos futuro, teríamos apenas paixão, seriamos marcados e seguiríamos a vida, em caminhos opostos. Porque sim, é verdade que somos iguais e sim, fazemos uma boa dupla, mas não, não passaríamos de puro momento. Mas mesmo tendo completo conhecimento disso, ainda penso em você e ainda me preocupo com você, e não ouso dizer o que sinto por você.
Se não é o caso, então por favor, pare com essa torture, pare com os abraços demorados, pare os "eu te amo", pare de demonstrar tanto um amor que não corresponde ao meu. Mas acima de tudo, pare de estar tão disponível quando eu o chamo. Porque é o que eu mais amo em você, pare de mover céus e terra por mim e me puxe para a terra firme. Estar a mercê dos ventos é uma das piores torturas que existe, não saber para onde vai ou o que pensar me corroí.
Mas, enfim, isso é só um desabafo de um coração sem respostas. No final das contas não posso fazer nada, nada além de viver nessa teia que você me prendeu e esperar, embora seja doloroso, eu ainda estou esperando.
Esperando o dia que poderei amar sem me envergonhar ou o dia em que serei livre e dona do meu próprio coração.

You May Also Like

0 comentários